Pedir para instalar na

Os benefícios ambientais do plantio direto

20 de Abril de 2018

O plantio direto consiste no cultivo sem o revolvimento do solo por aração e gradagem e na manutenção da superfície do solo de uma camada de resíduos vegetais, a palhada.

A técnica, que já está sendo muito utilizada na agricultura, conta com a presença de uma camada de palha que além de proteger o solo contra a ação direta da gota de chuva e do vento, dificulta a velocidade do escorrimento superficial da água e facilita a infiltração, por não haver formação de crosta. A infiltração também é favorecida pela porosidade proporcionada pela decomposição do sistema radicular das plantas que foram dessecadas, ou de cultivos anteriores e, também, pela estrutura porosa oriunda da atividade de insetos e minhocas no solo.

A utilização dessa técnica também promove a redução do assoreamento e a eutrofização de represas e cursos d’água, melhoria das condições físicas, químicas e biológicas do solo, o que influencia no seu teor de matéria orgânica, promovendo, portanto, a preservação do meio ambiente.

Além dos benefícios ambientais, o sistema de plantio direto beneficia o produtor, reduzindo o uso de máquinas e o tempo gasto para a implantação da lavoura, pois, evita as operações de aração e gradagem, e permite incorporar áreas anteriormente consideradas improprias para a agricultura. Entre elas, as que apresentam solos rasos e sensíveis à erosão.